quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A Mente e o Behaviorismo Radical

Falar sobre a mente em uma perspectiva behaviorista radical já criou muitas controvérsias, inclusive foi afirmado por seu eminente criador B. F. Skinner que ela não existiria. Mas para entendermos em que Skinner se baseou para fazer esse tipo de afirmação devemos entender como ele o conceito de mente e suas derivações.
Quando alguém diz mente, ao que se refere?
Descartes filosofo Frances investigando que tipo de conhecimento poderia ser dito com certeza total através da duvida metódica, descobriu que quase todas as coisas poderiam ser duvidadas menos o próprio ato de duvidar, o pensar em si. Portanto concluiu em sua famosa frase “Penso logo Existo” que o pensamento era um “ser” algo que existia e que dele derivavam todas as outras existências. Esse ser habitava dentro do individuo sendo associado ao conceito de “alma”, algo imaterial que dava vida e movimento ao corpo mecânico.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Comportamento complexo, evolução o Arco-Arquitetônico.

Um dos argumentos geralmente usados tanto por criacionistas, como por cognitivistas (que Skinner em seu artigo e palestra que deu pouco antes de morrer chamou de criacionistas da Psicologia, não sem motivo), é o da complexidade irredutível.
Para os criacionistas seria impossível surgir por variação e seleção natural, acumulações de características que possibilitasse o surgimento de unidades complexas como o cérebro humano, as asas de uma águia, ou mesmo o olho, o ouvido etc. O que para eles derrubaria o argumento evolutivo de Darwin.
Eles dizem que um olho não poderia ter surgido da simples acumulação de características simples, pois deu aos organismos uma capacidade totalmente nova a “visão”, e se dele forem tiradas qualquer partes, como as córneas, essa não é possível, eles chamam então o olho de complexidade irredutível, ou simplesmente CI.
Esse argumento falho, que mais tarde mostrarei como derrubar, afirma ser necessário um Designer Inteligente (DI), é o mesmo usado por cognitivistas para explicar comportamentos complexos como o resolver problemas, o pensar, o sentir, o compor uma música, etc.
Para eles comportamentos tão complexos como esses não podem apenas ter surgido por processos de variação e seleção por conseqüências, proposto por Skinner, ou de outros processos naturais agregados como equivalências, generalizações, exaptação (Sprandels), mas por uma Mente Criadora (MC), o correlato do DI no âmbito do comportamento.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Teoria do Conhecimento.

Teoria do conhecimento é um ramo da filosofia que trata de como podemos saber, de que consiste o conhecimento, ele é válido, se for quais são os critérios que o validam, etc... 



As primeiras teorias do conhecimento vieram dos gregos antigos, como a de Demócrito, Platão e Aristóteles. 

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Complexidade e evolução fenomênica.

Reações químicas em um oceano pré-histórico deram origem a moléculas que eram capazes de se replicar, a partir daí deu-se inicio ao processo denominado seleção natural.  Ou seja, de um nível de fenômeno químico, surgiu um fenômeno completamente novo, o biológico.

De processos eletroquimicos intensos ocorridos no jovem planeta Terra, surgiram moléculas que podiam fazer cópias de si mesmas os "replicantes"









Somos todos organismos humanos, oriundos de um processo de relações entre organismos mais simples e seus ambientes, em que esse ambiente selecionou características mais adaptativas destes organismos.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Metacontingências, Macrocontingências e Aquecimento Global

Metacontingências e Macroontingências são termos cunhados por Glenn e Malott (2006) para dar conta de fenômenos sociais, que envolvem muito mais que apenas contingências individuais operantes, dentre elas o nosso atual e urgente problema com o clíma.

Veja essa noticia de hoje ná UOL.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O Colar Multi-Crença

Um artefato importantíssimo para aqueles que tem diversas classes de comportamentos supersticiosos. :D